Formação de squads ágeis: como montar e gerir times de tecnologia

Em tempos de trabalho remoto, é preciso pensar soluções para a coordenação de equipes. Quando se trata de equipes de tecnologia, onde há diversos processos e um time multidisciplinar, gerenciar pessoas se torna uma tarefa de extrema importância para o sucesso do trabalho.

Uma solução interessante tem sido a formação de squads ágeis. Eles têm ocupado cada vez mais espaço em empresas de tecnologia e startups. Na verdade, esse modelo otimiza o trabalho e garante uma comunicação efetiva entre os profissionais. Sobretudo porque há departamentos diferentes trabalhando no mesmo projeto.

A nova organização por meio de squads ágeis possibilita a integração de equipes distribuídas e multidisciplinares. Por ser um método ágil, é possível ter mais resultados em menos tempo. As grandes equipes ágeis incorporam o espírito de equipe em detrimento do trabalho individual.

Apesar de compartilhar valores comuns, não existe uma fórmula para a equipe ágil perfeita. Enquanto uns implementam o Scrum, outros usam o Kanban. A maioria das equipes ágeis possui todas as habilidades necessárias para o projeto, mas às vezes é preciso recorrer a especialistas freelancers para um trabalho específico.

Neste artigo, vamos entender como os squads ágeis funcionam e como é possível gerir equipes com este método.

O que são squads?

O termo vem do inglês e, em tradução livre, significa esquadrão ou pelotão. A sua referência é militar e trata-se de uma equipe em que cada um tem uma habilidade diferente. Hoje, squad é o nome de uma metodologia corporativa e organizacional. Ele organiza os profissionais multidisciplinares e com objetivos específicos em grupos de trabalho.

Por exemplo, se sua empresa está criando um site para um cliente, na squad da criação de sites teremos um programador, um designer, um redator, um profissional de atendimento, etc. Cada membro da equipe cumpre suas tarefas com autonomia e gerenciamento.

Esse modelo tem sido muito usado em startups, já que se trata de uma metodologia ágil. Nesse sentido, essa metodologia prevê a formação de squads ágeis com poucos profissionais, para melhor produtividade da equipe dentro de cada projeto.

O Spotify foi o grande responsável pela popularização dos squads ágeis. Em 2014 a empresa publicou um vídeo que viralizou na internet, onde ela mostrava sua cultura de trabalho ágil. A partir daí, esse modelo de gestão de projetos pegou e virou tendência.

Vantagens da formação de squads ágeis

Dividir as equipes em squads faz com que as entregas sejam mais ágeis. Além disso, o poder de deslocamento dentro dos squads faz com que os resultados alcancem um nível de excelência muito alto.

Podemos comparar os squads a miniagências ou miniempresas. Porém, eles funcionam com autonomia e independência.

Como gerir times em squads ágeis

Antes de mais nada, é preciso checar se a empresa está pronta para essa mudança. Transformações dentro de sistemas tradicionais de trabalho costumam ter um tempo de maturação e adaptação. Portanto, é preciso entender que qualquer nova movimentação leva tempo para se organizar e fazer tudo funcionar.

Tampouco existe uma receita pronta de como tudo pode acontecer no início. É preciso ter em mente que há um processo de adaptação e ajustes, e eles são necessários para que os futuros projetos saiam alinhados conforme suas expectativas.

Após fazer essa avaliação com calma, é importante ter consciência que esse método precisa estar alinhado com a cultura organizacional da empresa. Além disso, é necessário um período de aprendizagem dos mecanismos dos squads. Desde já, é importante entender os preceitos básicos dos squads e mantê-los, como comunicação entre as equipes, por exemplo.

Vamos entender o que são e como funcionam essa dinâmica de trabalho, além de alguns papeis importantes.

Product Owner (Coordenador)

Os squads não têm uma hierarquia. Porém, há profissionais que atuam como gestores e facilitadores, e são os chamados Product Owners. Eles ajudam na composição dos squads, na definição de prioridades, na adequação dos profissionais ao time, no acompanhamento das tarefas, ou seja, é um trabalho gerencial.

Por mais que o trabalho seja feito por um time multidisciplinar e sem hierarquias, a figura de um líder é importante para direcionar os processos. O gestor de equipe muitas vezes atua como um mentor, direcionando ações e orientando como fazer.

Chapter (Seções)

Os chapters, ou seções, são grupos de colaboradores da mesma área, que atuam em funções semelhantes. Um time que atua no mesmo setor, será separado em um squad com pessoas que fazem o mesmo trabalho que o seu. Por exemplo, agrupar profissionais de TI no mesmo squad.

O objetivo desses chapters é solicitar ajuda e troca de ideias entre profissionais da mesma área, para chegar a denominadores comuns. Por isso, quando esses profissionais vão para outros squads, eles já estão alinhados com o mesmo procedimento. Dessa forma, os projetos caminham em sintonia.

Tribes (Tribos)

Quando dois ou mais squads estão trabalhando no mesmo projeto e possuem características bem parecidas, eles podem se juntar e formar uma tribo. Neste cenário, trabalhar em tribos significa compartilhar das mesmas ideias e alinhar a comunicação.

Guilds (Guildas)

As guilds são formadas por profissionais dos chapters, ou seja, profissionais de qualquer área de formação que possuem interesses em comum. Portanto, o compartilhamento de suas habilidades ajuda e fortalece o trabalho em equipe.

Muitas empresas querem agilidade em seus processos e nas sua entregas. Ademais, montar squads torna o trabalho mais ágil para atender as demandas do mercado.

Após avaliar se sua empresa está preparada para trabalhar dessa forma, comece a implementar essa metodologia. A empresa, os funcionários e os clientes vão sentir a diferença.

Quer formar squads ágeis na sua empresa? Fale com a gente e entenda como podemos te apoiar nesse processo!

Compartilhe esse artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email.

    Artigos recentes

    Redes sociais

    Siga-nos nas redes sociais: