Alavanque seu negócio com a ajuda de uma Aceleradora de Startups

As aceleradoras de startups surgiram para ajudar negócios que possuem um grau de maturidade um pouco maior, já possuindo clareza em seu segmento de atuação por já possuírem os primeiros clientes – early adopters do seu MVP -, mas que ainda estão em um estágio mais inicial no processo de consolidação no mercado.

Dessa forma, startups que já estão nesse patamar podem recorrer à ajuda para alavancar ainda mais a sua estrutura, validando o produto e acelerando a aquisição de novos clientes. Em determinados casos é possível alcançar o estimado PMF, ou Product Market Fit,  também conhecido como ajuste do produto ao mercado. É o primeiro passo para a criação de um empreendimento de sucesso, no qual a empresa atende aos primeiros usuários, obtém feedback e avalia o interesse em seus produtos.

Com o intuito de aumentar a sua presença de mercado, startups procuram aceleradoras para obter o suporte necessário para esse avanço, contemplando aporte financeiro, mentorias, networking, infraestrutura, tecnologias, parcerias entre outras possibilidades. Em troca, para que a relação flua de maneira colaborativa, a aceleradora pode obter participação societária na startup, ação denominada como ‘’equity’’. Há também programas de aceleração de startups “equity free“, ou seja, em que a aceleradora não obtém participação societária na startup. É o caso do Health Me Up, programa de aceleração na área da saúde operado pela QuikDev.

Objetivos de uma aceleradora de startups

Baseado no propósito central de gerar novas oportunidades a fim de encontrar a potencialização do progresso da startup, os objetivos principais envolvidos são:

Maior Presença de Mercado

Uma das grandes vantagens das aceleradoras é a sua rede de contatos. Ela proporciona um ambiente estratégico devido à proximidade com tomadores de decisões no ecossistema de empreendedorismo e inovação, facilitando assim o ganho de mercado e consequentemente o seu reconhecimento.

Assim, visando alcançar o potencial máximo desse objetivo, os empreendedores precisam se atentar  ao cálculo feito para a obtenção dessa participação de mercado, ou como também nomeamos, o ‘’market share’’. Essa análise permite que as empresas compreendam que a relevância delas vai além do seu tamanho ou segmento de atuação, considerando três indicativos: economia de escala, poder de mercado, e qualidade de gerenciamento.

Quando falamos de economia de escala estamos nos referindo sobre uma configuração em que os custos unitários de fabricação e distribuição diminuem de forma constante cada vez que a empresa dobra a sua produção cumulativa. Ou seja, conforme o tempo passa, o negócio tende a aumentar as suas vendas, adquirir custos menores e consequentemente gerar lucros mais elevados.

Na averiguação do poder de mercado percebemos que empresas maiores possuem uma autoridade no ambiente favorecendo as negociações, e o gerenciamento dos preços de forma benéfica a si mesmas. Isso resulta em uma cobrança de valor mais alto por um produto específico.

Já a qualidade de gestão influencia esse cenário, pois bons gestores conseguem controlar os custos de forma inteligente e aumentar a produtividade da equipe, o que, em suma, favorece a empresa a garantir uma posição de liderança.

Captar Investimentos

Um momento característico da jornada de uma startup quando ajudada por uma aceleradora é o Demo Day, evento que dá a oportunidade dos empreendedores se reunirem com investidores, convencendo-os que seus negócios são dignos de investimento, e outros atores relevantes, como possíveis parceiros de negócios. Alguns programas de aceleração separam esse rito em dois eventos: o Investor Day, evento exclusivo para investidores, e o Demo Day com um papel de celebração do final do ciclo de aceleração, com a presença não só dos possíveis investidores, mas também dos outros stakeholders.

Além disso, essa injeção de capital é compensada se os negócios que se submetem à aceleração realmente colocam a mão na massa, demonstrando vontade genuína de alavancarem o seu projeto.

A construção da parceria vai depender muito do segmento da empresa, porém, a participação que as aceleradoras adquirem costuma ser de 5% a 30%.

Conceder Mentorias

As aceleradoras possuem uma rede de mentores qualificados para instruir e sugerir o passo a passo que aproximará a empresa mais rapidamente dos resultados desejados.

Para que esse auxílio abranja as diferentes facetas do projeto, os mentores são compostos por especialistas de diversas áreas, capazes de contribuir com as suas expertises no assunto.

Essa relação entre mentor e mentorado possibilita a criação conjunta de estratégias voltadas para o negócio, de modo a impactar positivamente o seu crescimento.  Essa melhoria pode atingir o o design e validação de produtos, processos de vendas, a chegada de leads, o esclarecimento sobre as diferentes formas de fundraising, visando a escolha da que melhor se encaixa em determinado negócio, e,  também, a gestão da empresa, direcionando-a para o melhor modelo de negócio da startup.

É importante ressaltar que esse relacionamento precisa contemplar o engajamento de ambos os lados para que o sucesso do projeto seja alcançado. Uma mentoria construída  a partir de uma relação de confiança tende a refletir em desempenhos altíssimos, pois o empreendedor e o mentorado estão integralmente dedicados a aprender em cima de todos os testes de hipóteses.

Conclusão

É inegável o alto grau de impacto que as aceleradoras causam na vida das startups. Por mais que algum amadurecimento prévio costuma ser um fator de exigência das empresas para se classificarem para um programa de aceleração, o passo que elas dão rumo a esse sentido promove um desenvolvimento ainda maior condizente com a agilidade de crescimento prometida.

Diante dessa análise, em qual grau de maturação você diria que a sua empresa está?

Nós da QuikDev acreditamos que bons negócios devem ser potencializados de modo a impactar positivamente a nossa realidade. Se a sua empresa atende os critérios para participar da nossa aceleração, entre em contato conosco para esclarecermos todas as suas dúvidas. As parcerias de sucesso acontecem quando os heads não deixam passar as melhores oportunidades.


Paola Lescura

Consultora de experiências e criatividade, fundadora da Lab Culture e do Atena Colab. Acredita que experiências movem a vida e as organizações. Apaixonada pelos ecossistemas de startups, acredita que esse tipo de organização desburocratizada transforma realidades.
Ícone LinkedIn Ícone Instagram

Compartilhe esse artigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Inscreva-se em nosso blog

Acesse, em primeira mão, nossos principais posts diretamente em seu email.

    Artigos recentes

    Redes sociais

    Siga-nos nas redes sociais: